Facebook acusa problema interno por apagão de mais de 7 horas em aplicativos e pede desculpas para usuários

Por Patricia Prior
Do G7 Informe
05/10/2021 | 5h

Depois de ficar por quase 10 horas fora do ar, o Facebook veio a público na noite desta segunda-feira, 4, fazer um formal pedido de desculpas.
A empresa informou aos usuários que o problema não se tratou de um ataque hacker, e que foi na realidade interno.
Uma configuração errada acabou gerando a pane nos servidores, e tirando do ar, Instagram, Whatsapp e o próprio Facebook.
Internamente os sistemas da empresa também pararam de operar, o que dificultou o diagnóstico de onde era o problema.
Só depois de consertar os sistemas internos, foi possível verificar a falha.

A equipe do Facebook, trabalhou de maneira incansável por mais de 7h, para resolver o problema.
A empresa informou, que nem um dado de seus usuários foi comprometido durante a pane.
E pediu desculpas por aqueles que ficaram sem operar.
O Facebook perdeu, por conta das horas apagado, US$ 6 Bilhões em valor liquido.
A empresa recebeu o maior prejuízo desde novembro do ano passado.
E contabilizou o maior apagão de sua historia, desde 2015.

Desde aquele ano, são constantes falhas nunca explicadas pela rede, que acabam tirando os sistemas e serviços do ar.
Geralmente eles são retomados em poucas horas, mas desta vez acabou sendo diferente.

Não só o Facebook perdeu dinheiro por conta da pane.
Cada vez mais dependentes da rede social, empresas no Brasil e no exterior experimentaram o caos de ficarem um dia sem Facebook.
Além de muito prejuízo, as marcas precisaram recorrer a redes rivais para que pudessem conseguir atender pelo menos uma parcela da população.
SMS tradicional, e os serviços Signal e Telegram, ganharam novos clientes na oportunidade.

O Twitter, também experimentou um acesso recorde em seus sistemas, o que deixou algumas publicações um pouco lentas no final do dia.
Mas a empresa não teve maiores problemas depois que ampliou sua capacidade de receber acessos simultâneos.

Edição – Guilherme Kalel