Prefeitura de Franca lança programa de acolhimento a moradores de rua

Por Guilherme Kalel e Karoline Nascimento

Do G7 Informe – 02/09/2021 | 13h52

A Prefeitura de Franca anunciou nesta quinta-feira, 2 de setembro, o programa Dignidade.
Que está sendo criado para acolher a população em situação de rua na cidade.
Em coletiva de imprensa, o Prefeito Alexandre Ferreira lembrou, que em 2016, ano em que deixou a Prefeitura, Franca tinha cerca de 256 moradores em situação de viver nas ruas.
4 anos mais tarde, ele recebeu a Prefeitura de volta com 514 pessoas nessa situação.

Diversas ações foram adotadas pela Prefeitura nesses seus primeiros 9 meses de gestão, para acolher essas pessoas.
A mais efetiva delas começa agora.

Com o programa Dignidade, essas pessoas que vivem em situação de rua, poderão ter uma casa para morar.
A Prefeitura vai locar imóveis e oferecer para que esses moradores passem a residir neles.
Além disso, os moradores de rua receberão programas de capacitação para o mercado de trabalho.

Resta saber, quantos desses irão querer ingressar no programa.
Já que para a grande maioria desses moradores, Franca se tornou uma cidade acolhedora por natureza.
Algumas pessoas pedintes, chegam a arrecadar, R$ 2000,00 em semáforos da cidade.

Na sua primeira gestão em Franca, Alexandre Ferreira foi muito criticado ao criar uma casa de acolhimento a esses moradores de rua.
Criando um novo problema crônico na cidade, com um abrigo e um local para que essa população pudesse se alimentar.
Boa parte dos usuários deste local, acabaram se transformando em problemas para comerciantes e moradores de Franca,
por usarem drogas e bebida em excesso.

Com a nova atitude, o Prefeito tenta resolver o problema criado, com seu Centro Pop de antes.
Mas, acaba criando outro problema que pode ser maior.

Muitas famílias que passam por situações das mais adversas,
agravadas com a pandemia da Covid-19, tem dificuldade para se manter em casa e pagando seus aluguéis.
A estes, a Prefeitura não pagará casas.