Ataque dos Estados Unidos destrói carros bomba do Isis-K

Por Melissa Ribeiro

Do G7 Informe – 29/08/2021 | 14h48

Os Estados Unidos realizaram neste domingo, 29 de agosto, em Cabul, um 2º ataque por drones, para atingir integrantes do Isis-K.
O grupo é filiado ao Estado Islâmico, e foi responsável por um atentado na última quinta-feira, 26, que terminou com a morte de dezenas de pessoas.

Até agora, foram confirmadas as mortes de 13 soldados norte-americanos, e 170 civis afegãos no atentado.
No sábado, o Presidente Joe Biden disse que um ataque de drone bem sucedido, matou duas pessoas e deixou outro ferido, ligados aos ataques da quinta-feira.
Eles eram, transportadores das bombas e o fabricante dos explosivos.

Hoje, mais duas pessoas morreram no ataque executado, membros conhecidos do grupo.
Nesse momento, o Presidente norte-americano disse que, a missão de suas tropas é cassar e executar, os responsáveis pelo atentado.
Biden esteve hoje, recepcionando o avião que trouxe o corpo de cada um dos 13 mortos no atentado de quinta-feira.

O Presidente manteve a decisão, da saída das tropas americanas do Afeganistão, mesmo com o ataque.
A saída deve ocorrer, até na terça-feira, 31 de agosto, cumprindo um acordo feito ano passado entre Donald Trump e os líderes do Taleban,
que retomaram o poder em 15 de agosto, de maneira meteórica, no país.

Ainda há muito medo e incerteza pelas ruas de Cabul.
Com a saída dos últimos norte-americanos de lá, outros cidadãos ficarão no país, um número não revelado pelo governo Biden.
Mas que terão passagem livre para casa no momento que quiserem, sem perseguições do Taleban, segundo regem os termos do acordo.
Resta saber, se o grupo extremista irá cumprir com sua parte.
É muito difícil acreditar numa fase mais moderadora de um grupo, que durante 5 anos tocou o terror para os Afegãos ao assumir o poder, em 1996.

Com informações de Kristin Parker
De Cabul