Vereador de Osasco quer proibir danças eróticas em escolas do Município

Por Luara Pecker

Do G7 Informe – 25/08/2021 | 7h

A Câmara Municipal de Osasco terá um projeto polêmico para ser analisado nas próximas semanas.
O Vereador Paulo Júnior, propôs que sejam proibidas nas escolas e em qualquer espaço público do Município em que hajam crianças, danças eróticas.
Na prática o que ele pretende, é proibir a sexualização precoce dessas crianças que começa desde cedo, nos colégios.

A proibição se estenderia a toda rede de ensino do Município, incluindo a privada e a estadual.
Onde um maior de idade flagrasse conteúdo impróprio sendo realizado, a Guarda Municipal seria acionada para tomar as medidas cabíveis.
Que variariam de multa a cassação de alvará de funcionamento do espaço.
Cada vez mais crianças, realizam movimentos de danças que permitem uma erotização ou sexualização precoce desses pequenos.
Especialmente aqueles movimentos que são realizados nas danças de Funk, especifica o vereador.

Na região de Osasco, um projeto semelhante foi apresentado por um vereador de Carapicuíba.
O projeto foi aprovado na cidade e sancionado pelo Prefeito Municipal em julho de 2021, estando em vigor.
O projeto de Paulo Júnior está na Comissão de Constituição e Justiça, onde será analisado.
Se viável será encaminhado para Plenário.