Prepare o bolso – Gasolina já custa mais de R$ 7,00 no RS

Por Isabella Peroni

Do G7 Informe – 22/08/2021 | 7h

Precisar fazer pesquisa de preços, para comprar num posto de combustíveis mais barato.
Isso se tornou rotina para os brasileiros.
Logo dentro do Brasil, um país que é, ou deveria ser, independente do Petróleo.
O país é um dos maiores produtores do mundo, e deveria ter nos seus quadros um combustível mais barato.
A política atual adotada pela Petrobras, que segue o mercado internacional, não é assim.

Enquanto a estatal aponta visar os lucros, o brasileiro é quem paga a conta no final.
Nesse ano de 2021, a petrolífera aumentou 9 vezes os preços de combustíveis, especialmente a gasolina, nas suas refinarias.
E nas bombas, o resultado foi repassado, claro.
O consumidor final já teve de pagar, de janeiro a agosto de 2021, reajustes que somados chegam a 28,5% no preço da gasolina comum.
No Rio Grande do Sul, no Acre, no Rio de Janeiro e no Tocantins, estão os números mais elevados.
Nesses 4 estados o preço da gasolina pode chegar, ou ultrapassar, os R$ 7,00.

É difícil encontrar um posto com preços pagáveis na capital do RS, Porto Alegre.
A Reportagem do G7 Informe, percorreu ruas e avenidas da capital gaúcha no final de semana, em busca deles.
O mais barato encontrado, foi de R$ 5,73.
Em contrapartida o mais caro, bateu os R$ 7,18.
A maior parte dos postos tem um meio termo, em números caros e que se aproximam dos R$ 7,00.

Em pesquisas feitas em outras cidades, em outros estados, também se constata a realidade que o combustível, é o novo vilão do bolso do brasileiro.
Muitas pessoas terão que fazer escolhas, já que carro não é mais uma opção viável para trabalhar por exemplo.
Com os transportes públicos de péssima qualidade, e os preços elevados por N fatores, o jeito pode ser apelar para os aplicativos.
Mas, por quanto tempo eles conseguirão manter números atrativos com o preço de combustíveis tão elevados?
Perguntamos.

Edição – Lívia Tomazelli