Câmara derrota voto impresso e Arthur Lira diz que espera assunto encerrado

Por Guilherme Kalel e Tayla Vieira

Do G7 Informe – 11/08/2021 | 7h

Pela manhã, desfile de tanques nas ruas de Brasília,
tentativa clara de intimidar o Congresso Nacional.
Pela noite, desfile da democracia, e mais uma derrota para o governo Bolsonaro.
Os deputados federais rejeitaram por maioria, a proposta de emenda a constituição, que mudava o sistema de voto para impresso no Brasil.
Em seus discursos os líderes partidários foram contundentes ao afirmar, a segurança da urna eletrônica.

Foram, 229 votos favoráveis a não mudar o sistema de votos no país.
Mais de 60 deputados, não compareceram a votação, na noite desta terça-feira.
Havia um total de 448 parlamentares na casa.
Após promulgar o resultado, o Presidente da Casa de Leis, Arthur Lira, disse que espera que o assunto se encerrasse naquela noite e que a Câmara voltasse a discutir outros
assuntos importantes para o país.

Nas redes sociais, políticos de diversos partidos repetiram partes do discurso de Lira, no sentido de aceitar o resultado e encerrar o assunto de vez.
Bolsonaro, havia prometido respeitar o resultado da votação, qualquer que fosse ele.
Mas já sabia que dificilmente sua proposta absurda seria aceita.