Assassinos de Núbia tem penas aumentadas pelo Tribunal de Justiça de SP

Por Guilherme Kalel

Do G7 Informe – 05/08/2021 | 18h26

Os assassinos da jovem francana Núbia Ribeiro, tiveram suas penas aumentadas pelo Tribunal de Justiça de São Paulo.
Em dezembro do ano passado, Lauany Viodres e Leonardo Cantieri, tiveram condenação de 13 anos de reclusão, pelos crimes de homicídio qualificado e ocultação de cadáver.
As penas deles agora, subiram para 17 anos de detenção em regime fechado.
Já o terceiro membro envolvido na morte, Italo Neves, teve a pena de 7 anos, aumentada para 8.
Ele foi condenado por homicídio simples.

Os aumentos da pena, foram em resposta a um recurso da Promotoria de Justiça de Franca,
que no dia seguinte ao julgamento, impetrou com recurso no TJ, por não concordar com as penas estabelecidas.
O trio, matou Núbia com requintes de crueldade e depois ainda ocultou o corpo.
Italo posteriormente, foi quem indicou a polícia o local onde os restos mortais de Núbia estavam.