Governo prepara texto de apoio para recomendar volta as aulas no Brasil

Por Nathália Mello

Do G7 Informe – 20/07/2021 | 7h56

O governo federal por meio do Ministério da Saúde, Educação e Casa Civil, preparam juntos uma portaria que deve ser publicada nos próximos dias,
e que regulamenta e recomenda a volta as aulas em todo Brasil.
O texto destaca a vacinação dos profissionais da educação, para justificar a medida.

As aulas voltariam a partir de agosto, mas o texto é recomendação, não obrigatoriedade.
Isso porque, a gestão das escolas no Brasil competem a estados e municípios, e não a esfera federal.
Para aqueles que decidirem voltar com as aulas no modo presencial total, haverá apoio e suporte dos Ministérios da Educação e Saúde, para os protocolos de distanciamento entre alunos.
Isso inclue distribuição de máscaras e álcool em gel para higienizar as mãos.

A volta as aulas é algo que desejam todos os estados, mas que divide opiniões.
Parte dos funcionários da educação, parte dos governos, preferem que o retorno seja feito no ano que vem, com as crianças e adolescentes já vacinados.
Isso ainda não aconteceu e o risco de contágio e de uma nova onda de contaminações, pode ser grande.
Outra parcela de educadores e governistas, defendem que as aulas voltem, porque os profissionais da área já estão vacinados, ao menos com a 1ª dose.
Mesmo que isso não garanta 100% de imunidade.

Em São Paulo, o governo estadual deve tornar a volta do ensino obrigatório na modalidade presencial.
Mas algumas cidades devem destoar do estado,
Franca por exemplo, tem a expectativa de que as aulas sigam remotas por mais um período.
Apenas uma parcela de pais pretendem mandar seus filhos para a sala de aulas, segundo informa a Prefeitura.

Edição – Guilherme Kalel