Operação do Gaeco desmonta esquema criminoso da Polícia Rodoviária no Paraná

Reportagem – Isabella Peroni

Do G7 Informe – 14/07/2021 | 8h15

O Grupo de Atuação Especial no Combate ao Crime Organizado, Gaeco, do Ministério Público do Paraná, cumpre nesta quarta-feira, 14, uma série de mandados de prisão, e busca e
apreensão, em cidades do norte e centrooeste do estado.
A operação visa desarticular um esquema criminoso, investigado nos últimos 14 meses.
Pelo esquema, policiais rodoviários são acusados de criar um mecanismo, para permitir passagem de produtos importados sem nota e drogas.
Em troca eles receberiam propina.

O esquema era sofisticado, e contava com a participação de pelo menos 36 policiais.
14 deles estão sendo presos nesta manhã, conforme ordem judicial.
As casas de 8 empresários na região também são alvos de busca e de medidas cautelares.
Para aqueles que eram parados pela fiscalização e não pagavam a propina, os policiais ficavam com o produto mas não registravam na ocorrência,
parte eles desviavam e vendiam por conta, para lojas de importados da região.
Essas lojas e seus donos, também são alvos da operação.
Que acontece hoje, nas cidades de:
Maringá;
Cruzeiro do Oeste;
Umuarama;
Goioerê;
Campo Mourão;
Paranavaí;
Maria Helena;
Doutor Camargo;
Mandaguari;
Tamboara;
Nova Esperança;
Uniflor;
Jussara;
Mandaguaçu;
Marialva;
Guaíra;
Cianorte;
Iporã.
A operação conta, além dos agentes do Ministério Público, com policiais militares para execução das prisões.

Edição – Guilherme Kalel