Protestos em Cuba ascendem alerta no governo e levam milhares as ruas

Reportagem – Eloá Briscker

Do G7 Informe – 13/07/2021 | 5h58

Neste final de semana, milhares de pessoas saíram para as ruas de Cuba afim de protestar.
O protesto foi contra o governo, na primeira manifestação de rua registrada no país socialista, desde 1994.
As manifestações são motivadas, por uma crise sanitária e econômica que atravessa a ilha.

Os cubanos pedem novas mudanças e liberdades no país, bem como mais recursos e saúde.
Por causa do protesto que assustou o governo, o Presidente de Cuba marcou reuniões ao longo de toda a segunda-feira.
E decidiu reunir-se também com os líderes dos manifestantes para ouvir pessoalmente suas pautas de reivindicações.

O Presidente Jair Bolsonaro, no Twitter e a apoiadores, se manifestou sobre as manifestações na ilha.
Disse que se trata de um dia muito triste para o país,
onde em nome de sua liberdade e democracia, a população decidiu sair as ruas para pedir fim ao socialismo, que por anos os massacrou.
O Presidente disse que, o Brasil corre um sério risco de ter um governo parecido com o cubano,
se alguns de seus adversários políticos vencer as eleições no ano que vem.

Edição – Guilherme Kalel