Prefeito de Porto Alegre pede que governador do RS retire ICMS de produtos que encarecem o transporte coletivo

Reportagem – Anna Keringger, Do G7 Informe

06/07/2021 | 8h

O Prefeito de Porto Alegre, Sebastião Melo, esteve no Palácio Piratini, sede do governo estadual de seu estado, em reunião com o governador Eduardo Leite, nesta segunda-feira.
A Pauta, foi o transporte coletivo na capital gaúcha e em sua região metropolitana.

Melo pediu ao governador, que retirasse os tributos de ICMS, de produtos e serviços que poderiam encarecer a tarifa do transporte coletivo, afim de se evitar aumentos para a população.
Ele destacou a importância de se ter uma frente ampla de trabalho, que possa discutir alternativas a essas tributações, que hoje são responsáveis por compor R$ 0,30 do preço
da passagem,
mas que pode ser muito mais se a Prefeitura autorizar um aumento aos moldes do que pedem as empresas de transporte na cidade.
O Prefeito também disse que pretende ir a Brasília, pedir ao governo federal menos tributações ao PIS Cofins, e ao IPI.
Assim, reduziria em até R$ 0,42 o valor da passagem.

Eduardo Leite disse ao Prefeito que o governo do estado está aberto ao diálogo, para encontrar alternativas de baratear o preço das passagens.
Mas, negou reduzir valores no óleo diesel por exemplo, porque não compete só a ele essa questão.
A Prefeitura de Porto Alegre, tinha até 30 de junho para autorizar um aumento no preço dos transportes coletivos na capital,
mas ainda o repasse não foi autorizado.
Melo tenta construir uma alternativa para que os valores não sejam reajustados, ou que se for, sejam em patamares menores.
Se fossem pelo modelo das detentoras do transporte coletivo, essa passagem hoje custaria acima de R$ 6,00.
O que seria um número irreparável a população.

Edição – Lívia Tomazelli