Pandemia – Pelo 2º dia seguido, Franca tem números represados da Covid-19

Por Mariana Maritan, Do G7 Informe

13/06/2021 | 19h

Pelo 2º dia consecutivo a cidade de Franca tem números represados da Covid-19.
Hoje, a Prefeitura deixou de contabilizar mortes que ocorreram em hospitais da cidade, mais aquelas que não foram somadas ontem.
Em contato com fontes em hospitais públicos, particulares, e o Pronto Socorro Municipal, além dos dados dos serviços funerários da cidade, a Reportagem do G7 Informe levantou
os números reais da pandemia neste 13 de junho em Franca.
Com exclusividade, já que nem um outro Site ou Jornal de Franca fez o mesmo.

Ontem, 5 mortes ficaram represadas quando a Secretaria Municipal de Saúde, informou a confirmação de apenas 1 óbito na cidade.
Hoje, a Pasta informou que não foi notificada de nem uma morte.
A expectativa é que as mortes represadas no final de semana, sejam contabilizadas pela Pasta, nestas segunda ou terça-feira.
Isso porque, há uma demora entre a comunicação dos óbitos com a Secretaria, que até hoje não se explicou o motivo.

Franca tem segundo o boletim da Secretaria de Saúde, 32999 pessoas que contraíram a Covid-19.
Os dados estão certos e batem com resultados apresentados pelos testes feitos na cidade, com os números positivos.
O número de pacientes recuperados, continua em 25430 pessoas.
Os internados, são 59 nas UTIs da rede pública, e 38 na rede particular.
Isso mostra que o serviço público segue com 100% de ocupação.
A rede privada teve um alívio, e tem 80% de suas vagas ocupadas na UTI.
A enfermaria das duas redes, com capacidade de atender 67 pessoas, tem 62 internados neste 13 de junho.

As mortes é onde estão as diferenças.
Sem mortes hoje e com uma ontem, Franca contabiliza 763 moradores que faleceram com a Covid-19.
Esses dados estão represados, porque no sábado, 5 pessoas não somadas morreram.
Neste domingo, outras 3.
Isso significa que, 771 francanos morreram desde que o novo Coronavírus chegou a cidade, em março do ano passado.

Franca não é a única cidade que esconde dados de mortes, ou atrasa suas divulgações.
Outros municípios foram flagrados adotando a mesma prática pela Reportagem do G7 Informe, e denunciados hoje no Portal.
A Equipe de Jornalistas do Site, fará um pente fino em todos os estados da federação para acompanhar a taxa de mortes divulgadas e os números reais que ocorreram.
O objetivo é cruzar esses dados.
Com as denúncias que chegam a Reportagem nos últimos dias, acredita-se que o Brasil está represando ou escondendo, casos e mortes especialmente, provocadas pela Covid-19.
Hoje, o país tem quase 490 mil mortos pela doença.