Com fim de Lockdown, francanos saem as ruas e formam filas gigantescas pela cidade

Foto / Informe Franca – Pessoas aglomeradas em filas pela cidade

Por Guilherme Kalel, Nathália Mello e Mariana Maritan, Do G7 Informe

Franca 11/06/2021 | 13h40

A sexta-feira amanheceu com a cidade de Franca livre do Lockdown.
Depois de 15 dias fechada em tese por conta do decreto municipal, a circulação voltou a ser permitida com algumas restrições nas primeiras horas desta manhã.
Mas, antes mesmo dos estabelecimentos abrirem suas portas o comportamento da população mais uma vez se mostrou irracional.

Bancos e lojas, mesmo sem necessidade, amanheceram com suas portas abarrotadas de clientes querendo entrar.
O distanciamento social ficou para trás, já que com tanta gente assim ficava impossível não aglomerar.

A Caixa Econômica Federal do centro da cidade, amanheceu com uma fila de mais de 200 pessoas, que avançavam os quarteirões próximos.
As casas lotéricas da região central, também seguiam a mesma linha, com filas que dobravam as esquinas.
Grandes varejistas de Franca, que na quarta-feira convidavam o público pelo Whatsapp para as compras do dia dos namorados, foram atendidas.
Magazine Luiza e Casas Bahia, tinham filas de mais de 150 pessoas.

A aglomeração não foi registrada só no centro da cidade.
Na zona norte, os bairros também amanheceram com lotéricas lotadas.
No Leporace, a fila descia 4 quarteirões as 8h da manhã.
Já o Magazine Luiza da região, também tinha uma fila que dobrava a esquina.

O supermercado atacadão, foi um dos que mais registrou movimento no dia de hoje.
Por volta das 13h, uma fila de carros imensa ainda estava formada para entrar no local.
As pessoas tomaram o supermercado atacadista em pouco tempo, e a fila começou as 7 da manhã, antes de abrir.
Outros supermercados da cidade, também amanheceram lotados, com pessoas que buscam estocar alimentos.
A Reportagem do G7 Informe esteve nas ruas de Franca, conversou com as pessoas, e o que mais ouviu, foi do medo de que o Lockdown seja decretado novamente após o dia dos
namorados.
Com essa justificativa, os francanos foram comprar alimentos, pagar contas e fazer outros tipos de compra de olho no 12 de junho.

A atitude desesperada, terá reflexo em até 15 dias, no total de casos da Covid-19 que serão confirmados na cidade.
Os aglomerados não tinham distanciamento e grande maioria deles estava sem máscara.
A concentração de idosos, já vacinados nas ruas também foi alta.
E a maior parte deles, também sem o item de proteção,
ignorando o fato que mesmo vacinado, é preciso usar a máscara.