Paraná deixa de exigir cadastro no BPC para vacinar deficientes a partir de hoje

Por Isabella Peroni, Do G7 Informe

01/06/2021 | 8h

A partir desta terça-feira, 1º de junho, pessoas que tem algum tipo de deficiência permanente e não recebem o BPC, podem começar a se vacinar.
A Secretaria de Estado da Saúde modificou a exigência de que somente pessoas cadastradas ao receber o BPC poderiam receber a vacina.
Essa orientação veio do governo federal para separar o grupo de prioridades.
Mas a Secretaria verificou, que a maior parte dos deficientes não recebe esse tipo de benefício.
Para dar melhor condições decidiu liberar essa exigência.

Quem tiver deficiência permanente pode procurar uma Unidade Básica de Saúde em seu município e se vacinar.
Basta levar além de um documento de identificação com foto, um laudo que ateste sua deficiência emitido por seu médico.
No laudo deve constar o Código Internacional da doença.
As pessoas precisam respeitar a faixa de idade, que está sendo estabelecida por cada cidade, para a vacinação.

O Paraná já imunizou com a 1ª dose, metade das pessoas com comorbidades ou deficiência que fazem parte do grupo prioritário.
A 2ª dose ainda está sendo aplicada.
O estado sofreu com a falta de imunizantes assim como boa parte do país, mas tem recebido mais doses.
Estão chegando ao Paraná, vacinas da Pfizer e da Astrazeneca.
Nessa semana são previstas que pelo menos 50 mil doses sejam disponibilizadas dessas duas marcas.