Operação contra exploração sexual no Rio Grande do Sul liberta 7 menores

Publicado em: 29/05/2021 | 7h25

Patricia Marini, Do G7 Informe

Uma operação realizada por uma força tarefa do Rio Grande do Sul, contra exploração sexual de menores, resgatou nesta sexta-feira, 7 jovens e adolescentes de locais onde eram mantidas contra sua vontade.
As meninas tinham idade entre 12 e 17 anos, e eram obrigadas a se prostituir e moravam no emprego.
Elas não tinham recursos básicos de sobrevivência e eram mantidas sob rédeas curtas.

Uma quadrilha responsável pela exploração dessas menores é investigada pela Polícia Civil do estado.
A operação, que contou com 250 integrantes da força tarefa, percorreu 19 municípios do estado gaúcho.
Além das 7 pessoas resgatadas, 674 pessoas foram abordadas e vistoriadas e algumas delas presas.
De todos os locais visitados, apenas em 3 deles foi constatado a presença de uma pessoa que se disse responsável pelos prostíbulos.
As pessoas foram detidas.
Nem uma delas porém, é chefe da quadrilha, ao contrário, apenas cuidavam dos locais para os verdadeiros donos.

As pessoas que foram resgatadas na operação, foram encaminhadas ao Conselho Tutelar, para que possam receber acolhimento.
Muitas dessas pessoas são oriundas de outras cidades e foram levadas atraídas por falsas promessas.
A ideia, é que essas adolescentes voltem para casa e para o convívio de suas famílias.